Sign my guestbook, pawease!! :)

sábado, 7 de junho de 2008

Estes donos são fixes!




Olááááá pessoal!
Estou a gostar muito desta casa...
A Pastor Alemão e o Grand Danois têm um degrau muito porreiro a dividir a sala de estar da sala de jantar... gosto de lá estar em cima a brincar com o meu osso. E também gosto de lá estar a FINGIR que estou a brincar com o osso, enquanto mordo com afinco o tal degrau, que é de madeira... ehehehe..

Os meus donos têm uma palavra esquisita e estão sempre a repetir um som, que me irrita um bocadinho... é mais ou menos assim, com uma voz cavernosa: NNNNÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOO... eh pah, será que é o meu nome??
Ando um bocadinho indecisa. Eles emitem outro som: PPIIIPPAAAA. Alguém tem de me comunicar - ladrando, por exemplo - o que é que isto quer dizer. EU cá acho que o NÃO é uma coisa má, porque seja o que for que estiver a fazer, tenho de deixar rapidamente, senão o NÃO continua, continua, continua... é desgastante.
Depois há outro conjunto de sons: LINDA MENINA! BOA!
Já o PIPA, parece-me bom... quando ouço, normalmente levo festas a seguir.

Bom, isto deixa-me na seguinta situação:
FESTAS: coisa boa
NÃO: coisa má; saltar para cima do sofá; bisbilhotar uma parte da casa, lá para dentro; roer degrau
PIPA: festas
ROER DEGRAU: NÃO
LINDA MENINA! BOA!: coisa muito boa... devo ter acertado nalguma tarefa, logo: FESTAS
Bom, parece-me pacífico. Estes donos não vão ser difíceis de educar.
A Pastor Alemão é um bocado melga. NÃO páki, NÃO páli. Anda sempre de esfregona na mão (secalhar usa-se) e antes de sair e de entrar em casa não me liga nenhuma. Acho que ela não gosta que eu desate aos saltos e aos pinotes para cima dela... como já percebi que se estiver sossegadinha ela faz-me festinhas, adoptei essa técnica: ela entra, não me liga nenhuma, eu fico quieta, ela faz-me festinhas. Resulta sempre!
O Grand Danois faz-me sempre festinhas, a toda hora. Só não gosta nada é que eu lhe roa os dedos dos pés ao serão, enquanto ele está a olhar para uma coisa rectangular enorme que fala e que tem uns bonecos e umas pessoas lá dentro. Acho que se chama televisão.




Sem comentários: